Dicas

" ...Estudos demonstram que a partir dos 35 anos, inicia-se a queda da fertilidade da mulher. Isto se dá devido a diminuição não apenas da quantidade quanto da qualidade de seus óvulos, já que estes têm a idade da paciente e ao logo deste período sofreram a ação de radicais livres, medicamentos, conservantes alimentares, produtos químicos entre outros. "

Aqui você encontrará algumas dicas para sua saúde:

Saúde da Gestante

Saúde da mulher

- Use sabonete neutro ou produtos apropriados para a higiene da região genital. Evite os sabonetes comuns e os que contém cremes hidratantes. Esses são ótimos para a pele, mas péssimos para a vagina. Pode-se ter dois sabonetes, um para as mucosas, outro para o resto do corpo.

- Evite desodorantes íntimos e produtos como talcos e perfumes.

- Evite excessos, como lavagens exageradas na região genital, que podem retirar a proteção natural da vagina.

- Use roupas leves, que não comprimam a região genital. - Evite o uso excessivo de tecidos sintéticos e jeans. - Dê preferência a calcinhas de algodão em relação às de tecidos sintéticos, como a lycra.

- Lave as calcinhas com sabão de coco ou sabonete neutro. Não use amaciante, nem água sanitária nas peças. Do contrário, é preciso se certificar de que não restaram resíduos dos produtos no tecido.

- Seque a roupa íntima em locais secos e arejados, de preferência expostas ao sol. Não deixe as calcinhas secarem em banheiros e outros locais abafados. - Não passe muito tempo com biquínis molhados.

- A depilação deve ser feita de forma cautelosa. É preciso observar as condições de higiene do local que oferece o serviço e se certificar que a cera é descartável. Antes e após o procedimento deve ser feita a limpeza da área para evitar a contaminação por germes.

- Durante a menstruação, troque o absorvente quantas vezes for necessário, dependendo do fluxo, e com um mínimo de três vezes. A cada troca, fazer a higiene local.

- O uso de absorventes diários não é recomendado. Eles impermeabilizam e impedem a transpiração da região genital, favorecendo a instalação de fungos e bactérias.

- Absorventes internos podem ser usados desde que trocados com regularidade.

- Evite papel higiênico colorido ou perfumado. Eles podem agredir a mucosa.

- Jamais use duchas vaginais sem prescrição médica.

- Não use o chuveirinho do vaso sanitário para lavar a vagina internamente. A água remove as bactérias e torna a área mais suscetível a infecções.

- A mulher possui uma lubrificação natural. Procedimentos que deixam a área genital ressecada podem levar a pequena rachaduras que são fonte de infecção.

- O lubrificante íntimo pode ser uma boa alternativa para manter a lubrificação da mulher durante a relação sexual.

- Procure sempre um médico aos primeiros sintomas atípicos e nunca faça a auto-medicação.

- Procure um médico regularmente, de seis em seis meses a um ano, para realizar os exames ginecológicos. Atenção: a prevenção é o conjunto de todos os procedimentos durante a consulta, incluindo a conversa com o ginecologista. Não apenas o exame citológico ou das mamas.

- Para quem se sente à vontade, dormir sem calcinha é uma boa oportunidade para a pele da região genital respirar.


Fertilidade

 

As relações devem ser feitas durante o período fértil e um dia sim e outro não. O período fértil da maioria das mulheres é entre o 11º e 14º dia do ciclo menstrual, lembrando que o primeiro dia da menstruação é contado como dia 1.

Deve-se evitar o uso de cremes vaginais durante o período fértil, pois isso dificulta a locomoção dos espermatozóides.

Se a mulher deixar seu marido muito excitado antes da relação, fará com que ele ejacule com maior intensidade, aumentando assim, o volume de esperma.

A mulher deve procurar não fazer limpeza vaginal e nem urinar logo após o ato sexual, pois isso diminui a quantidade de espermatozóides em sua vagina.

Após o ato sexual, a mulher deve ficar com as pernas elevadas por no mínimo meia hora. Isso fará com que os espermatozóides encontrem com maior facilidade o colo do útero, e consequentemente evita a perda de esperma pela vagina.

Coma melhor para poder engravidar. Cerca de 12% dos casos de infertilidade são resultado de mulheres que pesam muito ou pouco. Coma mais frutas frescas e hortaliças, que lhe darão, com menos calorias, os nutrientes que seu corpo necessita para engravidar. Elimine o álcool, que pode ter efeitos nocivos à concepção e ao feto. Os transtornos da alimentação, como anorexia, bulimia ou ingestão compulsiva podem prejudicar as probabilidades. As dietas muito rígidas ou excessivamente restritivas podem ser nocivas à fertilidade.

Melhore sua aptidão física. Há indícios de que o exercício moderado pode ajudar a engravidar, já que ajuda a reduzir a gordura corporal, que mantém uma clara conexão com os hormônios e a fertilidade. Cerca de 30% do estrogênio vem das células adiposas; logo, se há pouca gordura ou em excesso, pode-se alterar o equilíbrio hormonal, diminuindo as probabilidades de concepção. O exercício moderado e regular pode queimar o excesso de gordura, reforçando sua fertilidade, sua saúde cardíaca e seus níveis de energia. Se você não faz exercício regularmente, comece gradualmente para tentar fazer com que a atividade física torne-se parte de sua rotina diária. Depois, poderá adotar uma rotina de exercício regular. Trinta minutos ao dia, 4 ou 5 dias por semana, pode fazer uma diferença em seus níveis de gordura. Cuidado com os excessos, o exercício excessivamente vigoroso também pode afetar sua fertilidade. Os exercícios de baixo impacto são ideais, como caminhada.

As melhores posições sexuais. Para ficar grávida, os espermatozóides devem ser depositados o mais próximo possível do colo uterino da mulher. Há certas posições sexuais que podem ajudar. Os especialistas recomendam evitar sexo em posições contrárias à gravidade, já que diminui a probabilidade de os espermatozóides cheguarem ao colo do útero. Evite fazer sexo sentada, de pé ou por cima do homem. Uma posição ideal é a do homem por cima da mulher, porque ela permite que a penetração seja mais profunda. Outro modo de aumentar a exposição do colo aos espermatozóides, é manter relações deitados, um ao lado do outro. Há estudos que sugerem que o orgasmo feminino é importante, porque as contrações que o acompanham podem ajudar a levar os espermatozóides para mais perto do colo.

Stress e fertilidade não conjugam bem. O stress provoca transtornos que prejudicam o bem-estar da futura mãe, como transtornos do sono, do comportamento alimentar e do sistema nervoso.

Abrande o ritmo

O cansaço exagerado fragiliza e atenua a libido, o que não é uma grande ajuda na altura de engravidar. Se deseja engravidar é fundamental abrandar o ritmo da sua vida para níveis normais. Aprenda a relaxar, descanse o mais que possa. A prática de um desporto não muito agressivo ou de yoga são bem-vindos.

Modere o consumo de álcool e de tabaco

Muito cuidado com o tabaco. Vários estudos já provaram que o tabaco diminui a fertilidade nas mulheres e provoca transtornos de erecção nos homens. Limite também o consumo de álcool, que não só altera a fertilidade como prejudica a saúde do feto.

Atenção á auto-medicação

Não tome nenhum medicamento sem avisar o seu médico de que está a tentar engravidar. O medicamento pode interferir directamente com a sua fertilidade e pode causar defeitos no feto, na fase inicial em que a gravidez pode ainda não estar detectada.

Transtornos alimentares

A obesidade e a excessiva magreza prejudicam a fertilidade. Há que ter cuidado com os excessos. Um excesso de peso pode provocar complicações numa futura gravidez como a hipertenção, diabetes ou problemas circulatórios.Se quer engravidar deve evitar as dietas demasiado rígidas, pois estas perturbam os ciclos e interagem com as hormonas. As restrições alimentares desequilibram o sistema hormonal. Em resumo,coma adequadamente e esqueça-se das dietas.

Essas são algumas dicar que aceleram o processo para engravidar, mas o mais importante é relaxar, curtir o momento e deixar a ansiedade de lado.

 
 
 

Clinica Dr. Maldonado
Telefone: 55.11.2365-3839/2365-3842
Endereço: Avenida Iraí, 300 - conjunto 402
Moema - São Paulo - SP - CEP 04082-000

Horário de Funcionamento
Seg. a sexta feira: 10:00 as 18:00 hrs.
Não trabalhamos aos finais de semana.