Projeto de Pesquisa - Transferência Embrionária

Transferência Embrionária

Transferência de Embriões baseada na medida prévia do comprimento uterino melhora o prognóstico da ICSI quando comparada à transferência padrão guiada por ultra-sonografia. ​

Congresso Americano 2005

A ocorrência de gravidez clínica é influenciada por muitos fatores, incluindo o procedimento de transferência de embriões (TE). Atualmente, a TE é o foco de atenção particular como um fator essencial associado à falha ou sucesso da fertilização in vitro.

Congresso Americano 2007

A contaminação bacteriana do cateter de transferência embrionária pode reduzir a chance de gestação em pacientes submetidas a Fertilização Assistida

Citação em
meta-análise

Citação em meta-análise do trabalho de transferência embrionária

Contaminação do Cateter

O objetivo deste estudo foi examinar a relação entre a presença de lactobacilos e a contaminação  tanto no muco cervical quanto no cateter da transferência embrionária e avaliar o impacto da contaminação nas taxas de gestação e implantação após a ICSI.

Transferência de Embrião Único

Este estudo se propõe a avaliar a transferência de embrião único na prevenção de gestações múltiplas sem prejudicar os resultados de FIV.

Transferência Embrionária

Transferência de Embriões baseada na medida prévia do comprimento uterino melhora o prognóstico da ICSI quando comparada à transferência padrão guiada por ultra-sonografia. ​

Congresso Americano 2005

 A ocorrência de gravidez clínica é influenciada por muitos fatores, incluindo a transferência de embriões (TE). Atualmente, a TE é o foco de atenção particular como um fator essencial associado à falha ou sucesso da fertilização in vitro. 

Congresso Americano 2007

A contaminação bacteriana do cateter de transferência embrionária pode reduzir a chance de gestação em pacientes submetidas a Fertilização Assistida

Citação em
meta-análise

Citação em meta-análise do trabalho de transferência embrionária

Contaminação do Cateter

O objetivo deste estudo foi examinar a relação entre a presença de lactobacilos e a contaminação  tanto no muco cervical quanto no cateter da transferência embrionária e avaliar o impacto da contaminação nas taxas de gestação e implantação após a ICSI.

Transferência de Embrião Único

Este estudo se propõe a avaliar a transferência de embrião único na prevenção de gestações múltiplas sem prejudicar os resultados de FIV.

Projeto de Pesquisa - Medicações

Bloqueio da
Hipófise

O uso de antagonistas do hormônio liberador de gonadotrofina (GnRH) surgiu como uma alternativa prática e mais barata ao uso de agonistas de GnRH no tratamento de bloqueio da hipófise.

Síndrome do Hiperestímulo Ovariano

Este estudo demonstra através de uma equação, o risco de uma paciente desenvolver a Síndrome do Hiperestímulo ovariano, podendo assim prevenir a sua ocorrência.

Indução da
Ovulação

A suplementação com uma microdose de gonadotropina coriônica humana recombinante leva a resultados semelhantes na estimulação do ovário com bloqueio ovariano utilizando Agonista ou Antagonista do GnRH.

Supressão
Pituitária

Neste estudo, verificou-se que o tratamento com agonista da GnRH em dias alternados é tão eficaz quanto com o antagonista da GnRH. Havendo uma maior produção de óvulos e diminuindo o custo do tratamento.

Bloqueio da
Hipófise

O uso de antagonistas do hormônio liberador de gonadotrofina (GnRH) surgiu como uma alternativa prática e mais barata ao uso de agonistas de GnRH no tratamento de bloqueio da hipófise.

Síndrome do Hiperestímulo Ovariano

Este estudo demonstra através de uma equação, o risco de uma paciente desenvolver a Síndrome do Hiperestímulo ovariano, podendo assim prevenir a sua ocorrência.

Indução da
Ovulação

A suplementação com uma microdose de gonadotropina coriônica humana recombinante leva a resultados semelhantes na estimulação do ovário com bloqueio ovariano utilizando Agonista ou Antagonista do GnRH.

Supressão
Pituitária

Neste estudo, verificou-se que o tratamento com agonista da GnRH em dias alternados é tão eficaz quanto com o antagonista da GnRH. Havendo uma maior produção de óvulos e diminuindo o custo do tratamento.

Projeto de Pesquisa - Laboratório, Doenças e Inseminação

Zona Pelúcida

O estudo da Zona Pelúcida pode desempenhar um papel importante durante o desenvolvimento embrionário podendo trazer informações valiosas para a FIV.

Influência da Idade Masculina

Embora a idade dos pacientes não tenha correlação com o potencial de fertilização e o desenvolvimento embrionário, são obtidas taxas mais baixas de gravidez após ciclos de ICSI com espermatozóides recuperados com PESA para homens com mais de 45 anos, fornecendo uma forte evidência de um efeito da idade paterna nos resultados clínicos.

Inseminação Artificial

Baseado nestes achados, concluímos que no tratamento de casais inférteis pela técnica de IIU, com utilização de doses diárias de gonadotrofina para o EOC, deve-se buscar o desenvolvimento de mais de um folículo pré-ovulatório para obtenção de melhores resultados.

Zona Pelúcida

O estudo da Zona Pelúcida pode desempenhar um papel importante durante o desenvolvimento embrionário podendo trazer informações valiosas para a FIV.

Influência da Idade Masculina

Embora a idade dos pacientes não tenha correlação com o potencial de fertilização e o desenvolvimento embrionário, são obtidas taxas mais baixas de gravidez após ciclos de ICSI com espermatozóides recuperados com PESA para homens com mais de 45 anos, fornecendo uma forte evidência de um efeito da idade paterna nos resultados clínicos.

Iseminação Artificial

Baseado nestes achados, concluímos que no tratamento de casais inférteis pela técnica de IIU, com utilização de doses diárias de gonadotrofina para o EOC, deve-se buscar o desenvolvimento de mais de um folículo pré-ovulatório para obtenção de melhores resultados.

Influência do Mioma
sob resultados assistidos

Estima-se que a incidência de miomas em mulheres inférteis sem causa explicada esteja entre 1,0% a 59,0%, mostrando que a influência dos miomas na fertilidade permanece em debate. Várias hipóteses foram sugeridas para explicar a relação entre mioma e infertilidade, mas nenhuma é definitiva. Diferentes parâmetros devem ser analisados ​​para explicar os efeitos dos miomas na fertilidade.

Influência alimentar
em resultados de FIV

O consumo de refrigerantes contendo cafeína tem efeito deletério na fertilização, implantação e gestação, provavelmente pelo efeito da própria cafeína, mas também por outros componentes da fórmula, já que a ingestão unicamente do café não provocou efeito semelhante. Este efeito, apenas em mulheres acima de 35 anos, pode ter sido exacerbado pelo fato da própria idade já predizer piores resultados em ciclos de ICSI. Mulheres devem ser orientadas a respeito dos possíveis efeitos dos refrigerantes contendo cafeína e ser desencorajadas a ingeri-los durante o tratamento.

Influência do Mioma
sob resultados assistidos

Estima-se que a incidência de miomas em mulheres inférteis sem causa explicada esteja entre 1,0% a 59,0%, mostrando que a influência dos miomas na fertilidade permanece em debate. Várias hipóteses foram sugeridas para explicar a relação entre mioma e infertilidade, mas nenhuma é definitiva. Diferentes parâmetros devem ser analisados ​​para explicar os efeitos dos miomas na fertilidade.

Influência alimentar
em resultados de FIV

O consumo de refrigerantes contendo cafeína tem efeito deletério na fertilização, implantação e gestação, provavelmente pelo efeito da própria cafeína, mas também por outros componentes da fórmula, já que a ingestão unicamente do café não provocou efeito semelhante. Este efeito, apenas em mulheres acima de 35 anos, pode ter sido exacerbado pelo fato da própria idade já predizer piores resultados em ciclos de ICSI. Mulheres devem ser orientadas a respeito dos possíveis efeitos dos refrigerantes contendo cafeína e ser desencorajadas a ingeri-los durante o tratamento.

Projeto de Pesquisa - Outras Publicações

Eficiência da
aspiração
do TESA

Embora a literatura relate que a taxa média de recuperação de espermatozóides seja inferior a 50%, poderíamos recuperar espermatozóides móveis em 63% e espermatozóides imóveis em 12% dos procedimentos de TESA. Em geral, a técnica TESA usada para inserir as agulhas é seguida de uma grande exploração no testículo.

Dosagem dos níveis de Estrógeno durante o ciclo de ICSI

A síndrome de hiperestimulação ovariana (OHSS) é uma complicação grave do tratamento da infertilidade. Na OHSS, há uma elevação acentuada nos níveis de estrogênio (E2), que pode estar associada a um risco de desenvolvimento da síndrome. Os objetivos deste estudo foram avaliar o valor de E2 nos dias 1 e 3 da estimulação ovariana como preditores de risco de desenvolver OHSS, a fim de evitar esse evento.

Congresso
Americano

Nossos resultados apóiam que o SET eletivo combinado com o protocolo de microdose r-hCG permite reduzir os custos do tratamento, bem como diminuir o risco de síndrome de hiperestimulação ovariana e gravidez múltipla.

Protocolo GNRH Agonista ou Antagonista

A estimulação ovárica controlada (COS) é a primeira etapa na terapia de fertilização in vitro (FIV). Embora tenham sido obtidos excelentes resultados com os protocolos agonista da GnRH ou antagonista da GnRH, as especulações sobre o efeito adverso dos antagonistas no embrião ou no endométrio suportam as diferenças nos resultados usando esses protocolos.

Eficiência da aspiração
do TESA

Embora a literatura relate que a taxa média de recuperação de espermatozóides seja inferior a 50%, poderíamos recuperar espermatozóides móveis em 63% e espermatozóides imóteis em 12% dos procedimentos de TESA. Em geral, a técnica TESA usada para inserir as agulhas é seguida de uma grande exploração no testículo.

Dosagem dos níveis de Estrógeno durante o ciclo de ICSI

A síndrome de hiperestimulação ovariana (OHSS) é uma complicação grave do tratamento da infertilidade. Na OHSS, há uma elevação acentuada nos níveis de estrogênio (E2), que pode estar associada a um risco de desenvolvimento da síndrome. Os objetivos deste estudo foram avaliar o valor de E2 nos dias 1 e 3 da estimulação ovariana como preditores de risco de desenvolver OHSS, a fim de evitar esse evento.

Congresso Americano

Nossos resultados apóiam que o SET eletivo combinado com o protocolo de microdose r-hCG permite reduzir os custos do tratamento, bem como diminuir o risco de síndrome de hiperestimulação ovariana e gravidez múltipla.

Protocolo GNRH Agonista ou Antagonista

A estimulação ovárica controlada (COS) é a primeira etapa na terapia de fertilização in vitro (FIV). Embora tenham sido obtidos excelentes resultados com os protocolos agonista da GnRH ou antagonista da GnRH, as especulações sobre o efeito adverso dos antagonistas no embrião ou no endométrio suportam as diferenças nos resultados usando esses protocolos.

Protocolo Alternativo de uso da Microdose do r-hCG

A administração de microdose de r-hCG em diferentes protocolos para obter oócitos visíveis por ICSI permite a utilização de doses mais baixas de r-FSH. A microdose de r-hCG administrada isoladamente na fase de maturação folicular tardia parece ser suficiente para manter a esteroidogênese.

Foliculogênese em pacientes com bom prognóstico

Taxas mais altas de implantação e gravidez foram obtidas usando menos dose de rFSH adicionada por microdoses de rhCG como fonte de LH. Tanto o IMC quanto r-hCG para coleta dos óvulos parece não prejudicar a taxa de MII. No entanto, quando esses protocolos usando r-hCG são empregados, a coleta dos óvulos não deve ocorrer quando os folículos forem maiores que 20 mm.

Síndrome de hiperestimulação ovariana

Do total, 3 pacientes (17,6%) apresentaram riscos de OHSS superiores a 50% (54,5%, 98,0% e 99,7%). As doses de r-FSH foram reduzidas nos dias subsequentes e nenhum desses pacientes desenvolveu OHSS. Outros pacientes apresentaram risco OHSS menor que 50%. Nestes casos, as doses de r-FSH foram mantidas sem ocorrência de OHSS.

Período de Estimulação por Gonadotrofina

O período de estimulação por gonadotrofina influencia negativamente a taxa de implantação. 

Importância da multinucleação de embriões do ICSI

Apesar do espermatozoide não ejaculado promover baixa taxa de fertilização parece não influenciar na clivagem precoce.

Protocolo Alternativo de uso da Microdose do r-hCG

A administração de microdose de r-hCG em diferentes protocolos para obter oócitos visíveis por ICSI permite a utilização de doses mais baixas de r-FSH. A microdose de r-hCG administrada isoladamente na fase de maturação folicular tardia parece ser suficiente para manter a esteroidogênese.

Foliculogênese em pacientes com bom prognóstico

Taxas mais altas de implantação e gravidez foram obtidas usando menos dose de rFSH adicionada por microdoses de rhCG como fonte de LH. Tanto o IMC quanto r-hCG para coleta dos óvulos parece não prejudicar a taxa de MII. No entanto, quando esses protocolos usando r-hCG são empregados, a coleta dos óvulos não deve ocorrer quando os folículos forem maiores que 20 mm.

Síndrome de hiperestimulação ovariana

Do total, 3 pacientes (17,6%) apresentaram riscos de OHSS superiores a 50% (54,5%, 98,0% e 99,7%). As doses de r-FSH foram reduzidas nos dias subsequentes e nenhum desses pacientes desenvolveu OHSS. Outros pacientes apresentaram risco OHSS menor que 50%. Nestes casos, as doses de r-FSH foram mantidas sem ocorrência de OHSS.

Período de Estimulação por Gonadotrofina

O período de estimulação por gonadotrofina influencia negativamente a taxa de implantação. 

Importância da multinucleação de embriões do ICSI

Apesar do espermatozoide não ejaculado promover baixa taxa de fertilização parece não influenciar na clivagem precoce.

Influência dos protocolos GNRH no nível sérico de Estradiol

Este estudo compara o nível de Estradiol por MII coletado de acordo com o protocolo de estímulo utilizado.

FIV/ICSI Assistida com adição de microdose de r-hCG

Os resultados preliminares deste estudo mostraram os mesmos resultados em termos de número de oócitos recuperados, MII e embriões transferidos. A taxa de implantação e gravidez foi obtida usando uma dose menor de r-FSH juntamente com a microdose de r-hGC como fonte de LH, comparado ao protocolo de rotina da clínica.

Influência da idade masculina nas taxas de gravidez

Embora os pacientes, as idades não tenham correlação com o potencial de fertilização e o desenvolvimento embrionário, são obtidas taxas mais baixas de gravidez após ciclos de ICSI com espermatozóides recuperados de PESA para homens com mais de 45 anos, fornecendo uma forte evidência do efeito da idade paterna nos resultados clínicos.

A influência da presença bacteriana na transferência embrionária

A presença de uma maior quantidade de Lactobacillus sp pode previnir a presença de bactérias patógenas na transferência embrionária podendo influenciar no resultados de FIV e podendo levar a risco infeccioso para o procedimento.

A eficácia do r-hCG versus u-hCG na maturação folicular em ciclos de FIV

Os resultados deste estudo não mostraram diferenças em relação ao número de folículos ou óvulos maduros, número de fertilizações normais, número de embriões transferidos e taxa de implantação. Nossos resultados sugerem que
r-hCG 250 mcg liofilizado é pelo menos tão eficaz quanto 10.000 UI de u-hCG quando usado para atingir a maturação folicular final em pacientes submetidos à fertilização in vitro.

Influência dos protocolos GNRH no nível sérico de Estradiol

Este estudo compara o nível de Estradiol por MII coletado de acordo com o protocolo de estímulo utilizado.

FIV/ICSI Assistida com adição de microdose de rhCG

Os resultados preliminares deste estudo mostraram os mesmos resultados em termos de número de oócitos recuperados, MII e embriões transferidos. A taxa de implantação e gravidez foi obtida usando uma dose menor de rFSH juntamente com a microdose de rhGC como fonte de LH, comparado ao protocolo de rotina da clínica.

Influência da idade masculina nas taxas de gravidez

Embora os pacientes, as idades não tenham correlação com o potencial de fertilização e o desenvolvimento embrionário, são obtidas taxas mais baixas de gravidez após ciclos de ICSI com espermatozóides recuperados de PESA para homens com mais de 45 anos, fornecendo uma forte evidência do efeito da idade paterna nos resultados clínicos.

A influência da presença bacteriana na transferência embrionária

A presença de uma maior quantidade de Lactobacillus sp pode previnir a presença de bactérias patógenas na transferência embrionária podendo influenciar no resultados de FIV e podendo levar a risco infeccioso para o procedimento.

A eficácia do r-hCG versus u-hCG na maturação folicular em ciclos de FIV

Os resultados deste estudo não mostraram diferenças em relação ao número de folículos ou óvulos maduros, número de fertilizações normais, número de embriões transferidos e taxa de implantação. Nossos resultados sugerem que r-hCG 250 mcg liofilizado é pelo menos tão eficaz quanto 10.000 UI de u-hCG quando usado para atingir a maturação folicular final em pacientes submetidos à fertilização in vitro.

Nossos Tratamentos

Coito Programado
Inseminação Intra-Uterinia
Fertilização Assistida
Preservação da Fertilidade
Ovodoação
Message Us on WhatsApp